terça-feira, 8 de novembro de 2011

Sem dono


Não posso ser sua posse.
Senão, não seria mais um sonho.
Mas quero que confesse
que o melhor prazer é o que lhe proponho.
Sei que é sempre bom quando acontece.
Ainda mais quando te digo, de pernas abertas e olhar risonho:
"Põe?". E seu pau, cúmplice,
responde um silencioso e forte: "ponho..." 

4 comentários:

Will e Fá disse...

Uhi delícia!
Mas gosto mesmo é quando se nega a colocar e ficou louca a implorar!rsrs.

Bjim!
Fá!

Darukian, O Ceifador de Orgasmos disse...

Erotizar o mundo...mas minha foice geralmente não gosta e muita conversa. Ela vai direto aos serviços sacroprofanos.

Fogo-fátuo disse...

Brincadeira vale tudo por prazer Fá. Vai nessa!

Fogo-fátuo disse...

Sua foice é um caso à parte que merece toda atenção...