terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Homem da net

Ah! Homem que mora longe,
Por que só na net quer me enlouquecer?

Por que você se esconde?
Se mostra todo e diz que quer me ver.
Mas, quando quero te amar,
cadê você? Nunca está!
Sou obrigada a fazer as "suas" vezes...
Ficar nua, deixar água do banho escorregar
deslizar pela pele e pensar em você.
Suas mãos a me ensaboar,
meu corpo a tremer
de tanto te esperar.
Teus beijos na minha nuca imagino ter
enquanto minha mão vai me explorar.
Descendo corpo abaixo
fazendo suar embaixo d´água
Ah! Como água é bom.
Misturada com sabão então!
Mais lisos entram por dentro os dedos da minha mão.
Também sinto outro a brincar com o botão do prazer
Mas não penso em mim
penso em você.
Em como seria bom sentir o calor
que diz ter.
Em como será abrir as pernas no teu colo
e no teu ouvido gemer...
enquanto por teus braços, rebolo.
Nessa hora sinto que ele vem,
e em ondas nada internéticas!
É sim! Ele, o prazer, é todo meu, meu bem...
Mesmo assim, ainda quero seu cacete bem "aqui"
Vem?

2 comentários:

Mel dupla personalidade disse...

Olá! Estava navegando na blogosfera e me deparei com teu blog, adorei!
Amo fazer novas amizades, conhecer pessoas, idéias, outras perspectivas.
Já estou te seguindo...
Se puder visita meu blog, e conheça um pouquinho desse ser complexo kkkk.
Abraço!

*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` *♥ Jussara Christina ♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥

Fogo-fátuo disse...

Oi Mel! Obrigada pelos elogios. Seja bem vinda ao meu mundo de desejos quase inconfessos rss. Gostei de seu blog também, vou lá seguir. Byeee