quarta-feira, 16 de maio de 2012

Quando te encontrar

Vem tecer amor de forma estranha.
Beija minha boca enquanto minha unha te arranha.
Chega aqui faminto, me arreganha.
Come gostoso essa minha aranha
e tira as teias de desejos das minhas entranhas...

4 comentários:

Eros disse...

Uiii.... profundamente arrepiante... Suspiro.... Hmmm

Fogo-fátuo disse...

Põe profundo nisso... ai ai.

Anônimo disse...

Quando te encontrar vai ficar presa nas teias de desejo e cobica até a extase a lavou embora...

bjs
Ameixador

Fogo-fátuo disse...

Quero extase logo, de preferência jáaaaaa., Bjs de ameixa.